Adiada sin die apresentação de provas contra Mladic

A apresentação de elementos de prova contra o antigo líder militar dos sérvios da Bósnia, Ratko Mladic, que devia começar no dia 25 deste mês, foi suspensa sin die pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, anunciou hoje o TPI Ex-J, citado pela AFP.

A defesa pediu até 31 de maio um adiamento de seis meses do processo, afirmando não ter tido tempo para se preparar e denunciou "irregularidades" na divulgação de elementos de prova na posse do gabinete do procurador.

Este, reconhecendo erros, não se opôs ao adiamento.

Preso a 26 de maio de 2011 na Sérvia depois de 16 anos em fuga, Mladic, hoje com 70 anos de idade, enfrenta as acusações de genocídio, de crimesc ontra a humanidade e de crimes de guerra durante a guerra na Bósnia, que fez 100 mil mortos e 2,2 milhões de deslocados entre 1992 e 1995.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG