70 peritos internacionais no local do acidente com avião da Malaysia Airlines

Uma equipa de 70 peritos internacionais está hoje no local da queda do voo MH17, no leste da Ucrânia, para procurar os corpos das restantes vítimas, anunciaram as autoridades holandesas.

"Peritos holandeses e australianos chegaram ao local da queda esta manhã", indicou o Ministério da Segurança e da Justiça holandês, em comunicado.

"Os 70 peritos vão realizar operações de busca em diferentes zonas do local", referiu.

Mais de 200 caixões foram já enviados para a Holanda, onde será feita a identificação dos corpos, mas numerosas vítimas continuam no local onde, a 17 de julho, o 'Boeing' da Malaysia Airlines, com 298 pessoas a bordo, foi abatido por um míssil.

"Após o reconhecimento efetuado ontem [quinta-feira], conseguimos enviar os nossos peritos para o local", disse Pieter-Jaap Aalbersberg, chefe da missão de repatriamento dos corpos na Ucrânia, citado no mesmo comunicado.

"Se encontrarem corpos durante a busca, serão diretamente recuperados", acrescentou.

Os esforços da missão internacional encarregada de recuperar os corpos e os bens das vítimas sofreram atrasos devido aos combates entre o exército ucraniano e as forças separatistas pró-russos, que se intensificaram nos últimos dias nas proximidades do local do acidente.

Na quinta-feira, a missão conseguiu chegar, pela primeira vez, ao local da queda desde o fim de semana passado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG