17% dos alemães de leste nostálgicos do Muro

Quase um em cada cinco dos que vivem no território da antiga RDA, acreditam que o socialismo era melhor

Vinte anos depois da queda do Muro, quase um em cada cinco alemães originários da antiga RDA estão nostálgicos do Muro de Berlim e do regime comunista da Alemanha de Leste.Segundo uma sondagem do instituto de Leipzig, 17 por cento dos alemães concordam com a frase: “Valia mais a pena que o muro não tivesse caído. Com o socialismo, a RDA era um melhor Estado”.Entre os desempregados, os resultados são surpreendentes. Quarenta e quatro por cento dos que estão sem emprego sonham com o regresso ao regime comunista que dava trabalho para todos.A Ostalgie – que significa a nostalgia do leste – era um fenómeno quase inexistente nos anos imediatamente a seguir à queda do muro, a 9 de Novembro de 1989. Mas no final da década de 1990 afirmou-se muito por culpa dos problemas económicos e sociais na Alemanha de Leste em contraste com a parte ocidental.Em 2004, os nostálgicos representam também 17%.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG