UNASUR tem reunião extraordinária para discutir a situação na Venezuela

A União das Nações Sul-americanas (UNASUR) vai ter hoje uma reunião extraordinária em Lima, Peru, para discutir a situação na Venezuela, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros peruano.

O objetivo do encontro, pedido pelo Presidente peruano, Ollanta Humala, é"analisar os acontecimentos" na Venezuela, refere a nota divulgada na noite de quarta-feira.

As presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, e do Brasil, Dilma Rousseff, confirmaram a sua participação na reunião, bem como o Presidente do Uruguai, José Mujica, segundo uma fonte governamental citada pela agência AFP.

O governo venezuelano deverá estar representado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Elias Jaua.

O Presidente eleito da Venezuela, Nicolás Maduro, que tomará posse na sexta-feira, viu a sua eleição contestada pela oposição, que pediu uma recontagem dos votos.

Os Estados Unidos, que não têm embaixador na Venezuela desde 2010, não felicitaram Maduro, sucessor de Hugo Chávez, pela sua eleição.

A UNASUR conta com 12 membros (Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Peru, Suriname, Uruguai, Venezuela e Paraguai -- suspenso no ano passado) e é atualmente presidida pelo Peru.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG