Snowden disposto a testemunhar no Congresso

O deputado alemão que na quinta-feira se encontrou com Edward Snowden disse hoje que o ex-consultor da Agência Nacional de Segurança (NSA) norte-americana lhe disse estar disposto a testemunhar no Congresso dos Estados Unidos.

"Snowden não me pareceu anti-americano ou inimigo da América, pelo contrário", disse Hans Christian Stroebele, deputado dos Verdes alemães, numa conferência de imprensa em Berlim.

"Em relação à minha pergunta sobre se está preparado para dar informação ao parlamento alemão, ele sublinhou sempre que preferia apresentar primeiro os factos ao Congresso dos Estados Unidos, a uma comissão do Congresso dos Estados Unidos", acrescentou.

Snowden disse-se igualmente disposto a testemunhar perante o parlamento alemão, segundo o deputado.

O advogado de Edward Snowden na Rússia, Anatoly Kucherena, afirmou hoje que o seu cliente pode ser ouvido por procuradores alemães sobre as alegadas escutas norte-americanas ao telemóvel da chefe do governo alemão, Angela Merkel.

Kucherena precisou contudo que uma tal audição teria de ser feita na Rússia, uma vez que Snowden não pode abandonar o território daquele país sob pena de perder o estatuto de asilo temporário que lhe foi atribuído em agosto pelo prazo de um ano.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG