Obama garante que autores do atentado serão capturados

Barack Obama esteve hoje em Boston para homenagear as vítimas do atentado de segunda-feira, que causou três mortos, entre os quais uma criança de oito anos, e certa de 180 feridos, alguns dos quais se encontram estado grave.

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu hoje em Boston que os responsáveis pelo duplo atentado à bomba, ocorrido na segunda-feira, serão "encontrados" e apresentados diante da justiça.

"Sim, vamos encontrá-los, e sim, irão enfrentar a justiça", afirmou Obama, durante uma cerimónia ecuménica, hoje realizada na catedral da Santa Cruz de Boston (estado de Massachusetts, nordeste dos Estados Unidos), para prestar homenagem às vítimas do atentado.

As duas explosões registadas na segunda-feira perto da linha da meta da Maratona de Boston, que ainda não foram reivindicadas, causaram três mortos e cerca de 180 feridos, vários em estado grave.

"Se eles procuravam intimidar-nos, aterrorizar-nos, minar os valores que nos fazem americanos, é preciso ser muito claro: eles escolheram a cidade errada", declarou Barack Obama.

Na mesma intervenção, Obama afirmou que Boston, "uma cidade aberta ao mundo e símbolo dos valores do país", irá reerguer-se.

Segundo o chefe de Estado norte-americano, Boston sempre "abriu o coração ao mundo (...) a homens de todas as raças", como demonstrou a organização da maratona da cidade.

"No próximo ano, na terceira segunda-feira de abril, o mundo regressará a esta maravilhosa cidade americana para correr, melhor que nunca, e para encorajar, mais forte que nunca, a 118.ª Maratona de Boston", acrescentou.

"Boston, não tenho qualquer dúvida, que voltarás a correr, voltarás a correr", disse Obama, provocando uma forte ovação das pessoas que encheram a catedral, com uma capacidade de cerca de dois mil lugares.

O serviço religioso, no qual participaram líderes de várias religiões, foi celebrado sob o mote "Cicatrizando as feridas da nossa cidade".

As imediações e os acessos à catedral foram cortados e as medidas de segurança foram reforçadas.

A par de Obama e da mulher Michelle, a cerimónia contou com a presença de várias personalidades, como foi o caso do ex-candidato presidencial republicano nas últimas eleições e ex-governador do estado do Massachusetts (2003-2007), Mitt Romney.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG