Morreu uma das crianças infetadas com vírus raro

As autoridades norte-americanos confirmaram hoje a morte de uma criança com enterovírus EV-D68, um vírus raro e pouco conhecido que provoca dificuldades respiratórias e que afeta, sobretudo, crianças e adolescentes.

O enterovírus já afetou nas últimas semanas 472 pessoas, a maioria crianças, em 41 estados americanos e na capital federal Washington. A infeção, que também já foi registada no Canadá com dezenas de casos, está a provocar grande preocupação entre as autoridades, que só hoje confirmaram a morte de uma criança, já na semana passada.

De acordo com o Departamento de Saúde do Estado de Rhode Island, a morte aconteceu devido a uma infeção causada por Staphylococcus aureus associada ao enterovírus EV-D68. As autoridades esclarecem que se trata de uma "combinação muito rara, que pode deixar as crianças e os adultos muito doentes".

Os sintomas desta infeção são muito semelhantes aos de uma gripe.

O enterovírus EV-D68, isolado em 1962, na Califórnia, parece ser transmitido quando um sujeito contaminado tosse ou espirra ou quando se toca uma superfície contaminada.

Mais Notícias