Ministra demitida por vídeo erótico posa nua em revista

Karina Bolaños, ex-vice-ministra da Cultura e Juventude da Costa Rica, explica-se numa entrevista à revista espanhola 'Interviú' e acusa a Presidente Laura Chinchilla de "explorar" a sua intimidade para "esconder a corrupção".

A ex-ministra, de 39 anos, foi demitida em julho depois de ter surgido na Internet um vídeo privado que fez alegadamente para o amante. Nele, Bolaños surge deitada numa cama, apenas de roupa interior, a dizer que sente saudades dele. A ministra negou na altura que o vídeo de 56 segundos tenha sido filmado para o amante, argumentando que foi filmado em 2007, para o marido, numa altura em que a relação de ambos enfrentava problemas.

Bolaños é a capa da revista 'Interviú' desta semana, tendo aproveitado a entrevista para criticar a presidente Laura Chinchilla. "Só protege os corruptos. E dou um exemplo, como o seu irmão Adrián, que é assessor e tem interesses no projeto de construção de um caminho fronteiriço para o qual já se gastaram quarenta milhões de dólares e ainda faltam outros tantos", afirmou.

A ex-ministra conta que foi alvo de extorsão durante seis meses por um técnico informático nicaraguano, um antigo amante, que copiou o vídeo caseiro do seu computador pessoal. Bolaños ter-lhe-á entregue três mil euros para que não difundisse as imagens.

VEJA AQUI O VÍDEO

Mais Notícias

Outras Notícias GMG