Inibido de conduzir durante 20 anos por causa do álcool

O procurador-geral da Colômbia destituiu e inabilitou por 20 anos um conselheiro municipal que em outubro conduziu o seu carro alcoolizado nas ruas da capital para fugir à polícia e entrou sem autorização em instalações militares.

Carlos Enrique Martinez, vereador em Chia, município vizinho de Bogotá, foi acusado de uma série de violações graves de conduta, crimes e infrações como agressão a uma agente policial a quem recusou permissão para que esta efetuasse o teste de alcoolemia.

O conselheiro municipal adormeceu ao volante do seu carro blindado e quando a polícia o acordou fugiu cometendo uma série de infrações.

Carlos Enrique Martinez acabaria detido e, mais tarde, libertado, tendo acusado as autoridades de o perseguir e culpando os agentes pela situação.

A imprensa colombiana refere que o conselheiro teve outros problemas idênticos com as autoridades também por conduzir alcoolizado e foi acusado de roubo pelo próprio pai.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG