Idosa sobrevive por um triz a salto de paraquedas

Sucedeu na Califórnia. Uma mulher de 80 anos recuou na intenção de saltar, e forçada a isso, acabou por levar consigo o instrutor.

Uma mulher de 80 anos ficou pendurada da parte de fora de um avião, segurando-se furiosamente à porta depois de ter mudado de ideias sobre o salto que combinara efetuar.

A mulher, de nome Laverne, acabou por cair para fora de avião, trazendo atrás o instrutor ao mesmo tempo que o paraquedas daquela se desprende parcialmente, o que impossibilitava a sua utilização.

Toda a situação foi filmada por uma terceira pessoa que realizava também um salto a partir do mesmo avião.

O caso sucedeu na Califórnia e foi a primeira vez que a idosa saltou de paraquedas, um acontecimento que, segundo a própria, andava a preparar há uma década.

Segundo um oficial paraquedista britânico ouvido pelo 'Daily Mail', que revelou a história, a idosa correu real perigo de vida e só o seu pouco peso e a ação do instrutor impediram um desenlace trágico.

Segundo aquele militar, é comum as pessoas bloquearem ao realizarem o seu primeiro salto. Ao contrário do que sucedeu com Laverne, na Grã-Bretanha, os instrutores estão obrigados a fazerem regressar o avião à pista e nunca devem obrigar as pessoas a realizarem o salto.

No final, a idosa e o instrutor são assistidos no solo, com este manifestamente afetado pela experiência.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG