Fidel confirma que já não é líder do Partido Comunista

O antigo presidente cubano Fidel Castro confirmou num artigo de opinião hoje publicado que já não é o líder do Partido Comunista de Cuba.

Num artigo publicado na imprensa cubana e citado pela agência noticiosa norte-americana AP, Fidel referiu-se aos problemas de saúde de que sofreu em 2006: "Demiti-me sem hesitação de todos os meus cargos estatais e políticos, incluindo de primeiro secretário do partido... e nunca mais tentei exercer esses papéis."

Em 2006, Fidel transferiu as responsabilidades políticas para o irmão, Raul Castro. Dois anos depois, anunciou que não aceitaria um novo mandato como Presidente, com o irmão a suceder-lhe. Nunca chegou a ser feito nenhum anúncio oficial sobre o seu estatuto relativamente à liderança do Partido Comunista.

Segundo a AP, o site do PC cubano continua a referir Fidel Castro como o primeiro secretário e Raul Castro como segundo secretário.

Mais Notícias