Fidel Castro confirma renúncia à direcção do PC cubano

Fidel Castro confirmou hoje, num artigo publicado pela imprensa oficial, a renúncia à chefia do Partido Comunista de Cuba (PCC), o seu último cargo político, ao pedir a sua exclusão do Comité Central daquele que é o único partido político da ilha.

"Raúl (Castro) sabia que eu não aceitaria actualmente nenhuma responsabilidade no seio do partido", disse Fidel Castro num artigo publicado pelo portal "Cubadebate", justificando a sua ausência no novo Comité Central do PCC, eleito na segunda-feira durante o VI congresso do partido.

Fidel Castro, 84 anos, foi o primeiro secretário do Comité Central do PCC, cargo que ocupava desde 1965 e que cedeu agora ao seu irmão Raúl Castro, a quem já tinha transmitido, em 2006, o poder presidencial por razões de saúde.

O Partido Comunista de Cuba aprovou em congresso um plano de reformas proposto pelo presidente Raúl Castro e que visam "actualizar" o modelo socialista em vigor há meio século.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG