Candidato à Presidência morre em queda de helicóptero

Lino César Oviedo, candidato à Presidência da República do Paraguai, morreu num acidente de helicóptero, quando regressava de um encontro político no sábado à noite, informou a família.

O aparelho que o transportava da cidade de Concepción, a 500 quilómetros a norte da capital, caiu no distrito Presidente Hayes, noticiou a AFP.

O corpo de Oviedo, dos seus guarda-costas e do piloto foram encontrados calcinados, informaram os serviços de socorro.

O Governo paraguaio anunciou já que irá chamar investigadores internacionais para clarificarem as circunstâncias do acidente.

"Vamos chamar peritos internacionais. É preciso que se faça luz sobre tudo o que se passou", disse o diretor de Aeronáutica Civil, Ramón Aurélio Picco.

Os corpos das vítimas serão transportados de avião para a sede do partido, a União Nacional de Cidadãos Éticos (UNACE), de Direita, disse à AFP um dos familiares.

Lino César Oviedo, 69 anos, antigo oficial do Exército, de origens camponesas, era candidato às presidenciais de 21 de abril, e foi quem pessoalmente conseguiu a saída do antigo ditador Alfredo Strossner em 1989, pondo fim a 35 anos de regime autocrático.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG