A semana africana de Bill e Chelsea Clinton

O ex-presidente dos Estados Unidos e a filha estão de visita ao continente africano para promover os projetos sociais da Fundação Clinton. Já visitaram uma mão cheia de países, falaram com crianças e com doentes de sida. Mas também aproveitaram para fazer algum turismo.

Depois de aterrarem no continente africano a 31 de julho, Bill e Chelsea Clinton já visitaram Tanzânia, Ruanda, Malawi e Zâmbia, antes de encerrarem o seu périplo na África do Sul, onde vão promover os projetos sociais da Fundação Clinton e da Clinton Global Initiative.

Ontem, pai e filha estiveram em Pretória para participar num chat organizado pela Fundação Nelson Mandela que pretende homenagear o primeiro presidente negro da África do Sul, há três meses no hospital devido a uma infeção pulmonar.

Nos últimos dias, o ex-presidente e a filha foram vistos a dançar, a falar com crianças de um hospital, a participar num jogo de futebol destinado a sensibilizar para a importância dos testes de malária ou a dar apoio a doentes com sida.

Mesmo assim ainda tiveram tempo para um pouco de turismo e um safari na Tanzânia.

Aos 33 anos, a advogada Chelsea parece ter herdado dos pais, o ex-presidente Clinton e a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, o fascínio por África. Ainda adolescente, em 1997, a então "primeira filha", como era apelidada, visitara vários países africanos, entre eles a África do Sul, com a mãe. Numa recente entrevista à CNN, Chelsea não rejeitou vir um dia a seguir uma carreira política, mesmo se garantiu: "Ainda não chegou o momento!"

Mais Notícias

Outras Notícias GMG