2 dezenas de pessoas invadem sinagoga em Caracas

A Associação Israelita de Venezuela denunciou hoje que duas dezenas de pessoas invadiram a sinagoga Beth Abraham, em Caracas, tendo cortado o cadeado da grade que rodeia o templo e substituido por outro.

Segundo a associação, a invasão teve lugar pouco depois das 06:00 horas locais de hoje, (10:30 horas em Lisboa) e foi necessária a intervenção das autoridades locais para que os invasores, que permaneceram várias horas naquele recinto, desalojassem a sinagoga.

Fontes da comunidade judaica venezuelana explicaram que desde há dois anos que a sinagoga está em processo de remodelação, situação que obriga os fieis a reunir-se todos os dias no primeiro andar da mesma para as rezas tradicionais.

Em julho de 2011 um tribunal venezuelano condenou a dez anos de prisão seis cidadãos envolvidos num roubo à Sinagoga Tiseret Israel, ocorrido a 30 de janeiro de 2009, em Caracas.

Segundo o Ministério Público venezuelano, estes cidadãos foram acusados de roubo agravado, ato de desprezo contra culto e associação criminosa.

Três dos acusados eram ex-funcionários da Polícia Metropolitana de Caracas e outros três admitiram os factos de que eram acusados, enquanto um dos condenados foi ainda acusado de simulação de facto punível e peculato de uso.

O caso envolveu ainda cinco outras pessoas e aconteceu quando o oficial de segurança da sinagoga facilitou a entrada de quatro ex-funcionários policiais e seis civis para realizar o roubo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG