Ébola já matou mais de 1500 pessoas

O último balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS) dá conta de 3069 casos de pessoas infetadas pelo vírus ébola e 1552 mortes, nos quatro países da África ocidental afetados, avança a agência de notícias AFP.

Este balanço inclui apenas os casos registados na Libéria, Guiné-Conacri, Serra Leoa e Nigéria. Ao mesmo tempo, a República Democrática do Congo enfrenta um segundo surto da epidemia. Neste útlimo país já se registaram 24 casos e 13 mortes, indicava o primeiro balanço de ontem da OMS.

Entre 20 e 26 de agosto, os dois útlimos balanços da OMS, registaram-se mais 454 casos de doentes infetados e 125 mortes.

No balanço divulgado hoje pela OMS, a organização alerta que a epidemia continua a crescer de "forma acelerada". "Mais de 40% dos infetados sobrevive", sublinha a OMS, e estão concentrados em poucas localidades.

O ébola tem uma taxa de mortalidade média de 52%. Nesta epidemia - a mais grave desde que o vírus foi identificado em 1976 - varia entre os 42% na Serra Leoa e os 66% na Guiné-Conacri.

Na Guiné-Conacri, onde este surto, que atingiu pela primeira vez a África ocidental começou,já se registaram desde dezembro de 2013, 648 casos e 430 mortos.

Na Libéria, 1378 pessoas contraíram a febre hemorrágica, das quais 694 não sobreviveram. Na Serra Leoa o balanço indica 1026 casos e 422 mortes enquanto na Nigéria são 17 casos e 6 mortos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG