Detido terceiro presumível cúmplice do autor dos atentados em Copenhaga

Autoridades dinamarquesas anunciaram hoje a detenção. O suspeito vai ser presente a tribunal no sábado e a sua identidade não vai ser revelada.

A polícia dinamarquesa anunciou hoje a detenção de mais um presumível cúmplice do autor dos atentados de 14 e 15 de fevereiro em Copenhaga, que fizeram dois mortos e cinco feridos.

"Hoje, a polícia de Copenhaga deteve um homem jovem (...) suspeito de cumplicidade nas ações do atacante de 14 e 15 de fevereiro", informou a polícia num comunicado.

Esta é a terceira detenção por suspeita de cumplicidade. Dois homens, de 19 e 22 anos, estão detidos preventivamente desde 16 de fevereiro, acusados de homicídio, tentativa de homicídio, violência grave e posse ilegal de armas.

O suspeito agora detido vai ser presente a um juiz no sábado. O Ministério Público pediu que a audiência se realize à porta fechada e que a identidade do suspeito não seja revelada, segundo o comunicado da polícia.

A 14 de fevereiro, Omar Abdel Hamid El-Hussein, 22 anos, fez vários disparos contra um centro cultural de Copenhaga onde decorria um debate sobre liberdade de expressão. Os disparos atingiram mortalmente um homem, um cineasta de 55 anos, e El-Hussein fugiu do local.

Horas depois, já na madrugada de 15 de fevereiro, El-Hussein matou um homem de 37 anos, judeu, segurança na mesquita de Copenhaga, e voltou a pôr-se em fuga.

O autor dos ataques acabou por ser morto na manhã seguinte, numa troca de tiros com a polícia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG