Dalai Lama pede libertação de Liu Xiaobo

O líder espiritual tibetano pediu hoje à China para libertar o dissidente Liu Xiaobo, galardoado com o Nobel da Paz 2010.

O dirigente espiritual dos budistas tibetanos disse que o prémio é um reconhecimento da comunidade internacional aos que cada vez mais pedem reformas na China.

Num comunicado, Dalai Lama, que vive exilado na Índia, exortou as autoridades chinesas a libertarem os presos por terem exercido a sua liberdade de expressão.

Liu foi condenado o ano passado a 11 anos de prisão por ter assinado um documento que pede maior liberdade.

O Dalai Lama foi galardoado com o Nobel da Paz em 1989 e a China considera-o um traidor por defender maior autonomia do Tibete.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG