Tumulto próximo ao estádio do Mineirão em Belo Horizonte

(COM GALERIA DE FOTOS) Um princípio de tumulto foi registado ontem à tarde nas imediações do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde Japão e México enfrentam-se no âmbito da Taça das Confederações.

Os protestos tiveram início ainda na parte da manhã, onde cerca de 15 mil pessoas se concentram na praça Sete iniciando em seguida uma caminhada em direção à região da Pampulha.

Ao aproximar-se da arena do Mineirão, parte dos manifestantes dividiu-se, seguindo o trajeto de desvio solicitado pela Polícia Militar, enquanto outro manteve a caminhada em direção ao estádio, de acordo com o jornal local "Estado de Minas".

Ao atingir o cordão de isolamento policial, por volta das 16h20 locais (20h20 em Lisboa), um pequeno grupo atirou pedras e soltou rojões contra os agentes, enquanto a maioria dos manifestantes gritava "sem violência".

O princípio de enfrentamento foi contido com bombas de efeito.

Ainda na capital mineira, outros dois focos de protestos interditavam esta tarde duas importantes autoestradas que cortam o estado.

Os manifestantes protestam contra os gastos públicos com o Mundial e pedem melhorias nos serviços de saúde e educação. Outras bandeiras de causas sociais específicas como os sem-teto e sem-terra também participam.

Em São Paulo, uma manifestação com cerca de 4.000 pessoas interditou esta tarde as duas pistas da Avenida Paulista, principal via da cidade.

Os manifestantes protestam contra a emenda constitucional conhecida como PEC 37, que pretende restringir à polícia o poder de investigação criminal, eliminando a atuação do Ministério Público.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG