Dilma Rousseff anuncia mudanças em três ministérios

A Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, anunciou hoje três alterações nos seus ministérios, incluindo o gabinete da Casa Civil, que passará a ser ocupado pelo atual ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

A reforma inclui ainda alterações nas pastas de Saúde, na qual o atual ministro Alexandre Padilha será substituído pelo médico Arthur Chioro, e na Educação, cujo representante passará a ocupar a Casa Civil, sendo substituído por José Henrique Paim, que já atuava como vice-ministro da tutela.

Devido ao trabalho direto junto da Presidência, o ministro da Casa Civil no Brasil é tido como o ministro mais importante e com um estatuto quase de "primeiro-ministro", numa comparação com regimes parlamentaristas.

A própria Presidente chegou a ocupar o cargo durante o governo do seu antecessor e 'padrinho' político, Lula da Silva.

Em 2011, primeiro ano do governo Dilma Rousseff, o cargo era ocupado por Antonio Palocci, que se tornou o primeiro de muitos ministros afastados devido a denúncias de corrupção.

Desde então, o cargo era ocupado por uma mulher, a ministra Gleisi Hoffmann, que deverá concorrer às eleições deste ano para o governo do Paraná, estado no sul do Brasil.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG