Barroso diz que UE não tolerará mais goples na Guiné-Bissau

O presidente da Comissão Europeia garantiu hoje em Maputo, na sessão de abertura da IX conferência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que a União Europeia permanece um "parceiro empenhado, solidário e responsável" apesar da crise.

"A Comissão Europeia tem honrado os seus compromissos mesmo num momento de crise económica internacional e de alguma turbulência da zona euro", afirmou Durão Barroso, convidado a participar na abertura da reunião de chefes de Estado e de Governo da CPLP, durante a sua visita a Moçambique, iniciada na véspera.

O presidente do executivo comunitário admitiu que "esta é uma situação que preocupa naturalmente" os parceiros da UE, mas deixou a garantia de que "estão a ser tomadas medidas corajosas e determinadas para fazer face à atual situação".

"Mas o essencial, e que queria aqui salientar, é que a União Europeia continua um parceiro empenhado, solidário e responsável na cena internacional. Continuamos a ser os maiores doadores do mundo de ajuda ao desenvolvimento e dos principais parceiros dos Estados-membros da CPLP no que respeita aos laços comerciais e de investimento", declarou.

Durão Barroso termina hoje a visita a Moçambique -- a sua primeira na condição de presidente da Comissão Europeia -- com uma deslocação, da parte da tarde, à cidade da Beira, acompanhado pelo comissário europeu do Desenvolvimento, Andris Piebalgs, rumando de noite para a Tanzânia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG