" Resultado final é verdadeiro"

David Wimhurst foi o porta-voz da missão da ONU que, em 1999, supervisionou a consulta popular em Timor-Leste. Ontem, em Dili, onde participou nas cerimónias do décimo aniversário do referendo, fez questão de esclarecer que, há dez anos, tudo foi feito de forma correcta e legal. "O resultado final foi o verdadeiro: 78,5% rejeitou a proposta de autonomia [na Indonèsia]", disse David Wimhurst que desmentiu qualquer negociação para evitar humilhar Jacarta. "O referendo decorreu sob escrutínio internacional. Os procedimentos de votação foram todos observados, a recolha dos votos foi observada e a contagem de votos foi seguida por observadores de muitas delegações", sublinhou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG