Autor do massacre de Aurora condenado a prisão perpétua

James Holmes, que matou 12 pessoas durante a exibição de um filme do Batman há três anos, foi poupado à pena de morte porque não houve acordo entre os jurados do tribunal no Colorado.

O júri, formado por nove mulheres e três homens, tinha considerado James Holmes culpado no mês passado. Contudo, não foram unânimes em relação à sentença e se o atirador de Aurora, no arredores de Denver, merecia a pena de morte. Por causa disso, o autor do massacre que fez 12 mortos e 70 feridos a 20 de julho de 2012 é condenado automaticamente a prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional.

Holmes, de 27 anos, não mostrou emoção durante a leitura da sentença na sala de tribunal, mantendo as mãos nos bolsos.

A acusação alegou que Holmes queria matar todas as 400 pessoas, que enchiam a sala de cinema durante a exibição do filme "O Cavaleiro das Trevas Renasce" - o terceiro filme da saga Batman, realizado por Christopher Nolan, com Christian Bale no papel principal. Um problema na arma evitou que fizesse mais vítimas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG