Austrália envia soldados para local da queda do MH17

A Austrália prevê enviar um contingente militar para o local da queda do voo MH17, aparentemente abatido por um míssil no Leste da Ucrânia, anunciou o primeiro-ministro Tony Abbott. Este sublinhou que os soldados terão uma missão sobretudo humanitária.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines, que se despenhou a 17 de julho, tinha a bordo 298 pessoas, a maioria (153) holandeses. O aparelho, que fazia a ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur, transportava ainda 28 australianos e nove residentes permanentes na Austrália.

O Governo de Abbott já enviou para a Europa 90 polícias encarregues de participar na missão internacional que deve preservar o local da queda do avião, numa zona da Ucrânia controlada pelos separatistas pró-russos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG