Morte do líder norte-coreano gera receios na Ásia oriental

O "Querido Líder" cedeu a uma crise cardíaca, e, entre o choro da multidão em Pyongyang, o regime comunista designou já o filho Kim Jong-un como sucessor.

Kim Jong-un chega ao poder aos 30 anos, Sem tempo para preparar o seu exercício. Regime depende dos militares e de Pequim.

Na Coreia do Sul, que pôs as tropas em alerta, houve quem não escondesse o ódio ao ameaçador governante, agora morto.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG