Mais 50 pessoas encontradas vivas entre os destroços

As equipas de salvamento encontraram hoje 50 sobreviventes no terceiro andar do edifício que ruiu na quarta-feira nos arredores da capital Dacca e onde funcionavam diversas oficinas têxteis, anunciou um responsável dos bombeiros.

"Após terem sido escavados túneis, encontrámos cerca de 50 pessoas ainda vivas em diversos locais do terceiro andar. Esperamos poder retirá-los até amanhã de manhã", disse Sheik Minazur Rahman, chefe adjunto dos bombeiros.

"Hoje retirámos cerca de 80 pessoas dos escombros, oito delas há alguns minutos", referiu à agência noticiosa AFP.

Pelo menos 304 operários têxteis morreram quando este edifício de oito andares construído ilegalmente em Savar, arredores da capital, ruiu totalmente na quarta-feira.

As equipas de socorro iniciaram quase de imediato uma corrida contra o tempo para encontrar sobreviventes enquanto os familiares das vítimas, na sua maioria operárias, aguardavam ansiosamente por informações.

Na sexta-feira, ocorreram violentos confrontos entre a polícia e milhares de manifestantes, que atacaram diversas fábricas na região em protesto contra as condições de segurança.

Em paralelo, a Organização internacional do trabalho (OIT) emitiu hoje um apelo às autoridades do Bangladesh e aos parceiros sociais do país asiático para que ajudem a criar "locais de trabalho seguros".

"O desabamento do edifício ilustra que a segurança dos trabalhadores em todo o mundo apenas pode ser garantida quando existir uma cultura de segurança em todos os segmentos da sociedade", considerou Hans Von Rohland, porta-voz da OIT.

"Assim, a OIT apela ao Governo, empresários e sindicatos para continuarem a trabalhar em conjunto no sentido de garantir locais de trabalho seguros aos trabalhadores do Bangladesh", acrescentou.

O mesmo responsável congratulou-se no entanto pelo acordo nacional tripartido obtido este mês no país entre os parceiros sociais do setor têxtil, com a contribuição da OIT, sobre a questão dos incêndios nos locais de trabalho.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG