Grupo de homens viola jovem enfermeira e grava os acontecimentos em vídeo

A notícia é conhecida no dia em que há mais uma audiência do julgamento rápido dos cinco homens acusados de violar, e de matar, uma jovem de 23 anos num autocarro em Nova Deli.

Um novo caso de violação coletiva foi hoje conhecido na Índia. Uma enfermeira de 26 anos foi sequestrada e violada por vários homens que gravaram os acontecimentos em vídeo. De acordo com a polícia o crime teve lugar no estado de Punjab, no noroeste do país.

Segundo o diário espanhol ABC, a jovem terá sido sequestrada da cidade de Chandigarh na sexta-feira, enquanto esperava por um autocarro para ir a uma entrevista de trabalho. Depois de sedada, a enfermeira foi transportada para a localidade de Bhatinda, a cerca de 250 quilómetros do local onde estava.

A própria mulher contou depois à polícia que os sequestradores pediram que se aproximasse do carro onde seguiam para lhe perguntarem uma direção, e que antes de ter tempo para responder a arrastaram para o interior do veículo e a drogaram. Ainda segundo os relatos da enfermeira, citados pelos meios de comunicação locais, quando acordou estava nua num quarto com quatro homens - onde um deles filmava a situação com um telemóvel. Ao ver o que estava a acontecer a mulher terá começado a gritar por socorro, o que levou a que fosse novamente sedada.

A jovem, que alegou já ter sido violada em outras ocasiões, foi encontrada no domingo de manhã dentro de um carro abandonado na berma da estrada. Ao passar, um homem viu o seu estado e levou-a a um hospital local, onde as fontes médicas confirmaram a violação coletiva, acrescentando que a enfermeira se encontra em estado crítico.

De acordo com a polícia, os autores da violação ainda não foram localizados. Espera-se que as mobilizações nacionais por justiça e por um país mais seguro para as mulheres voltem a acontecer um pouco por toda a Índia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG