TPI afirma que "nunca" teve confirmação da prisão do filho de Kadhafi

O Tribunal Penal Internacional (TPI) "nunca" teve a confirmação da prisão de Seif al-Islam pelos rebeldes líbios, anunciou hoje em Haia (Holanda) um porta-voz da instituição.

"Após o anúncio [na segunda-feira], estivemos em contacto com o Conselho Nacional de Transição (CNT) para ter a confirmação da prisão, mas nunca tivemos a confirmação", afirmou o porta-voz do TPI, Fadi El-Abdallah, à BBC e à agência France-Presse.

Seif al-Islam, segundo dos nove filhos do líder líbio Muammar Kadhafi e apontado como seu sucessor provável, apareceu na noite de segunda para terça-feira no hotel onde se concentram os jornalistas estrangeiros em Tripoli.

O filho de Kadhafi, sorridente perante as câmaras dos enviados especiais, explicou que a sua aparição se destinava "a desmentir os boatos" de que tinha sido capturado pelos rebeldes.

Seif al-Islam guiou em seguida um grupo de jornalistas por algumas zonas da capital controladas pelas forças leais a Kadhafi.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG