Polícia angolana reforçada com quase 1.200 novos agentes

Os quadros da Polícia Nacional de Angola foram hoje reforçados com quase 1.200 novos agentes, formados nos últimos meses por aquela força de segurança.

Os novos agentes concluíram a formação em ordem pública e segurança pública, mas também na especialidade cinotécnica (equipas formadas por binómios homem/cão), para desempenharem missões de deteção de estupefacientes, armas ou explosivos.

Na cerimónia que marcou a conclusão da formação, realizada hoje na Escola Nacional da Polícia de Proteção e Intervenção, em Luanda, o comandante daquela força, Ambrósio de Lemos, afirmou que estes novos agentes vão integrar a resposta nacional à criminalidade.

"No tenaz e eficaz combate à criminalidade e demais manifestações que possam pôr em perigo a integridade física dos cidadãos e dos seus bens, e à garantia dos direitos e liberdades conferidos pela Constituição da República de Angola", apontou o Comandante Geral da Polícia Nacional.

Esta formação, hoje concluída, arrancou em abril e os novos agentes serão distribuídos por várias unidades daquela força policial angolana.

Mais Notícias