OMS promete vacina experimental contra o ébola em 2015

Milhares de vacinas experimentais contra o vírus ébola, desenvolvidas pela empresa britânica GSK e a americana NewLink Genetics, deverão estar disponíveis no início de 2015, indicou a Organização Mundial de Saúde (OMS).

"A GSK deverá ter dez mil doses disponíveis no início do próximo ano", afirmou Marie-Paule Kieny, subdiretora-geral da OMS, numa conferência de imprensa em Genebra.

Por seu lado, a NewLink Genetics, que doou à OMS cerca de um milhão de doses de vacinas, deverá entregar "mais alguns milhares" de vacinas "nos próximos meses", acrescentou.

Em relação ao ZMapp, que não passou por ensaios clínicos mas foi administrado a vários doentes infetados com ébola, está esgotado em todo o mundo. "Algumas centenas de doses devem estar disponíveis até ao fim do ano", mas não suficientes "para ter um impacto sobre a epidemia", precisou a responsável.

Não existe uma vacina ou um tratamento específico contra o vírus do ébola.

Marie-Paule Kieny indicou que "o principal problema não é a falta de medicamentos" na atual crise. "O principal problema é a fraqueza dos sistemas de saúde", acrescentou.

A febre hemorrágica já causou quase três mil mortos em pouco mais de seis mil casos na África Ocidental.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG