Gbagbo foi transportado para local secreto em Abidjan, onde permanece sob proteção

O presidente deposto da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo, foi transportado para um local secreto fora de Abidjan, onde permanece sob a protecção de forças das Nações Unidas, anunciou hoje a ONU.

O ex-presidente "já não está no Golf Hotel [para onde foi levado após a detenção]. A missão [da ONU na Costa do marfim, (ONUCI)] ajudou à sua transferência para um sítio onde estará seguro e vai trabalhar com autoridades para manter a sua segurança", afirmou Farhan Haq, porta-voz adjunto das Nações Unidas. Sem revelar o paradeiro de Gbagbo, Haq disse "acreditar" que Gbagbo não está em Abidjan, principal cidade do país, onde foi capturado na segunda-feira, após um assalto das forças do seu rival, o presidente eleito Alassane Ouattara. A segurança de Gbagbo está a cargo de alguns elementos das forças da ONUCI.

"A ONUCI vai continuar a usar alguns recursos para assegurar a sua proteção, em linha com o seu pedido e de acordo com o mandato que tem", adiantou Haq. O presidente eleito da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, anunciou na segunda-feira que Gbagbo será julgado em tribunal, onde terá um "tratamento digno", com os seus direitos respeitados.

Em discurso transmitido pela Televisão da Costa do Marfim (TCI), Ouattara pediu às forças de segurança costa-marfinenses, da ONUCI e aos militares franceses, que velem pela segurança dos habitantes e dos bens, tanto em Abidjan, como no resto do país. Gbagbo foi detido na segunda-feira por forças leais a Ouattara, após um assalto à residência oficial do Presidente cessante.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG