Advogado de Taylor acusa ex-agente de Naomi de mentir

O advogado do ex-presidente da Libéria, Charles Taylor, acusou hoje em tribunal a antiga agente de Naomi Campbell de ter mentido quando afirmou que a manequim britânica tinha recebido diamantes de Taylor.

"O seu depoimento é um conjunto de mentiras", declarou o advogado Courtenay Griffiths dirigindo-se a Carole White, que em 1997 acompanhou a manequim britânica durante um jantar de beneficência, organizado em Pretória em 1997 pelo presidente sul-africano da época, Nelson Mandela e no qual também participou Charles Taylor, que está a ser julgado por crimes de guerra e contra a humanidade.  

"Inventou isso para que isso a ajude no seu processo contra Campbell. Para dizer francamente, tudo o que conta para si é o dinheiro", adiantou o advogado, referindo-se a um processo em curso interposto pela ex-agente contra a manequim por ruptura do contrato.    

Carole White, de 60 anos, respondeu assegurando ter dito a verdade, e reiterou o testemunho de segunda-feira, quando declarou aos juízes ter visto Naomi Campbell receber "cinco ou seis diamantes" na noite a seguir ao jantar durante o qual Charles Taylor lhe tinha prometido oferecer diamantes.

Naomi Campbell, 40 anos, tinha afirmado na quinta-feira ignorar quem lhe tinha oferecido "dois ou três" diamantes brutos na noite depois do jantar. Segundo a manequim, White não estava presente quando dois homens a acordaram para lhe entregar as "pedras com aspecto sujo".

A acusação quer provar que Charles Taylor, de 62 anos, mentiu ao pretender nunca ter possuído diamantes brutos recebidos dos rebeldes da Frente revolucionária unida da Sierra Leoa.

O Tribunal Especial para a Serra Leoa concluiu com as declarações de Carol White os testemunhos sobre a suposta entrega à manequim de diamantes pelo ex-presidente liberiano Charles Taylor, acusado de crimes de guerra.

Além de Carol White, declararam sobre a alegada entrega de diamantes a própria Naomi Campbell e a actriz Mia Farrow, mas os testemunhos das três mulheres foram contraditórios em vários aspectos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG