Acidente com nave da Virgin compromete projetos de turismo espacial de Branson

Detentor de vasto império económico, o fundador da Virgin pode sofrer um revés num dos seus mais ousados projeto.

A explosão em pleno voo sobre o deserto de Mojave, na Califórnia, a quase 14 quilómetros de altitude do SpaceShipTwo, com que o multimilionário britânico Richard Branson, fundador da Virgin, pretendia iniciar viagens turísticas espaciais a curto prazo, vai atrasar este projeto por vários anos, consideram diversas figuras ligadas à indústria aeroespacial.

O acidente ocorreu sexta-feira ao final da tarde (hora portuguesa), dois minutos após o SpaceShipTwo se ter separado do avião que o transportava e ter iniciado o voo ascensional em direção ao espaço sub-orbital. Foi neste momento que se verificou uma explosão, sem grande ruído, e o aparelho começou a cair, de motor desligado, até se despenhar no deserto. Dos dois pilotos a bordo, um conseguiu ejetar-se e encontra-se em estado grave, o outro teve morte imediata.

Leia mais na edição impressa ou no epaper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG