A enfermeira americana com ébola tem 26 anos e chama-se Nina

A enfermeira americana que contraiu ébola em Dallas foi identificada segunda-feira pela família como Nina Pham, de 26 anos.

Trata-se do primeiro caso de transmissão de ébola em solo americano. Pham contraiu a doença enquanto tratava Thomas Duncan, o paciente liberiano que morreu de ébola a semana passada.

Segundo o diretor do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, Thomas Frieden, Pham encontra-se em condição estável.

Thomas Frieden disse ainda, porém, citado pela Associated Press, que não se surpreenderia se outro dos cuidadores de Thomas Pham quando ele estava muito mal também tivesse contraído ébola.

O contágio de Pham terá acontecido devido a um "erro de protocolo," o que Frieden se apressou a sublinhar não ser uma crítica ao hospital nem à enfermeira.

Mais de 4000 pessoas já morreram de ébola a nível mundial, a grande maioria na Libéria, na Guiné e na Serra Leoa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG