A nova luz da Livraria Lello

A fachada em tons ocre exibe agora as cores da inauguração de 1906 e o vitral restaurado devolve ao interior do espaço do Porto uma luminosidade desconhecida