Opinião de Tiago Guilherme: A nostalgia das distâncias

Há 35 anos Portugal era muito maior. Não que o território tivesse mais quilómetros quadrados ou que ainda houvesse colónias. Era muito maior pelo tempo que demorávamos a chegar a destinos um pouco mais distantes. Não havia ainda autoestradas que rasgassem o país, os carros ainda não permitiam grandes velocidades e havia uma maior parcimónia nos gastos para longas deslocações. Eram, de facto, outros tempos. O Portugal anterior à então CEE, hoje União Europeia, era um país com poucas infraestruturas e com escassa diversidade de produtos. Mas, ao mesmo tempo, tudo tinha uma outra magia. A viagem de Lisboa a […]

Para saber mais clique aqui: www.evasoes.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG