Amares: entre rios, mosteiros e laranjeiras

O património paisagístico e arquitetónico de Amares, a sua laranja de verão, as papas de sarrabulho e os rojões, os novos negócios envolvendo churros, hambúrgueres e cocktails. Tudo isto pede uma visita a este concelho do distrito de Braga que tem fronteiras naturais com os rios Homem e Cávado, foi destino do poeta Sá de Miranda e berço do cantor e compositor António Variações. «Vale a pena vir cá por duas coisas: a gente e a terra. Amares é particularmente interessante pela forma como recebe», resume Isidro Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal responsável, também, pelos pelouros da Cultura e do […]

Para saber mais clique aqui: www.evasoes.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG