Há 50 modelos para experimentar até domingo no Encontro Nacional de Veículos Elétricos

A Figueira da Foz recebe a maior concentração de utilizadores de mobilidade elétrica. A entrada é gratuita e dá acesso a debates, test drives, atividades em família e até a um autógrafo do campeão mundial da Fórmula E.

Passeios de bicicletas, debates, atividades para famílias, partilhas de experiências ou test drives em mais de 50 modelos de carros e motorizadas acontecem entre hoje e domingo no Parque das Gaivotas, na Figueira da Foz. O sinal de partida para a 9ª edição do Encontro Nacional de Veículos Elétricos (ENVE) já foi dado esta manhã na sessão de abertura conduzida pelo ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes. A pista para "o maior evento de mobilidade elétrica da Península Ibérica", está por isso aberta e a entrada é gratuita durante todo o fim de semana, conta Henrique Sanchéz, presidente da Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos (UVE).

O encontro é para quem já aderiu à mobilidade elétrica, mas sobretudo para os que ainda não deram o primeiro passo. Será uma oportunidade rara para conhecer as novidades acabadas de chegar ao mercado - desde automóveis ligeiros de passageiros e de mercadorias, aos ciclomotores, motociclos, scooters ou bicicletas e até uma prancha de surf elétrica estará em exposição. De regresso estão também as atividades para as famílias, suspensas em 2020 por causa da pandemia. Este ano, haverá regras de higiene e de distanciamento, mas não é isso que impedirá adultos e crianças de brincarem com os Go-Kart, Kid Karts ou Bumper Cars.

Os pontos altos de hoje estão no Passeio de Mobilidade Suave, pela Marginal, às 17 horas, e na Tertúlia Elétrica com José Miguel Trigoso, presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa, que irá refletir sobre o impacto da condução autónoma na segurança. O "melhor da festa", no entanto, ficará guardado para amanhã - diz Henrique Sanchéz. No último dia do evento, é o espanhol Rafael de Mestre que irá abrir o programa com as suas aventuras vividas em duas voltas ao mundo feitas em carros elétricos, e ainda uma terceira viagem a ser realizada em 80 dias em 2023.

Logo a seguir ao almoço, chegará o campeão mundial de Fórmula E, António Félix da Costa, trazendo com ele o carro vencedor, o DS E-Tense. Haverá tempo para conversas, autógrafos no stand da EDP Comercial e fotografias com os fãs até perto das 16 horas, momento em que Félix da Costa encabeçará o Desfile de Veículos Elétricos. "Estou convencido de que, este ano, vamos bater o recorde", acredita Henrique Sanchéz, revelando que o volume de inscrições "já ultrapassou largamente" os 151 veículos da edição de 2019, em Torres Vedras.

A estreia no ecossistema da mobilidade

Experimentar para ganhar o gosto pela mobilidade elétrica é também uma parte central do ENVE. Não é um acaso a "enorme" variedade de automóveis - e de algumas motas também - para "conduzir, estranhar e entranhar", explica Henrique Sanchéz. O encontro, aliás, tem uma boa parte do programa virada para as experiências partilhadas na primeira pessoa: "Temos utilizadores com mais de 300 mil quilómetros percorridos." São, portanto, condutores com muita estrada e zero emissões e que, por isso mesmo, vão participar em conferências e debates para desmitificar alguns dos supostos obstáculos. Carregamentos públicos ou em casa, especificidades técnicas, como a utilização de cabos, fichas ou aplicações móveis são dúvidas que poderão ser esclarecidas com casos práticos e conversas informais.

Os estreantes no ecossistema da mobilidade elétrica são também o principal motivo por que a EDP Comercial se junta a este evento como uma das parceiras. As perguntas surgem sobretudo quando se toma a decisão de comprar um veículo. "Esse é o momento em que os clientes mais precisam de ajuda", explica Gonçalo Castelo Branco, diretor de Mobilidade Inteligente da EDP Comercial.

Perceber qual a solução mais indicada para casa ou condomínio poderá parecer um quebra-cabeças, mas o acompanhamento na fase de arranque é "decisivo" para simplificar o processo. E o mesmo se aplica às empresas que começam a eletrificar as suas frotas e que precisam conhecer não só as opções de carregamento, como identificar as soluções digitais para fazer a gestão dos carregadores e dos carregamentos. "Daí a importância de estarmos presentes em eventos como o ENVE, onde estreitamos compromissos não só com os utilizadores, mas também com parceiros e fornecedores", conclui Gonçalo Castelo-Branco.

Consulte aqui o programa do Encontro Nacional de Veículos Elétricos e veja tudo sobre mobilidade e o Portugal Mobi Summit em www.portugalms.com.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG