Premium Putin celebra 20 anos no poder. Quantos mais terá pela frente?

O ex-agente do KGB foi nomeado presidente interino por Boris Ieltsin a 31 de dezembro de 1999, quatro meses depois de ter assumido o cargo de primeiro-ministro. Desde então tem estado na chefia de Estado ou de governo da Rússia. A Constituição não permite que volte a ser candidato em 2024, mas aceitará deixar o poder?

Na véspera do início do novo milénio, o presidente russo Boris Ieltsin surpreendeu o mundo ao anunciar que ia sair do Kremlin, deixando no cargo o homem que poucos meses antes tinha nomeado primeiro-ministro: Vladimir Putin.

Nascido em Leninegrado (atual São Petersburgo) a 7 de outubro de 1952, Putin era um agente do KGB em Dresden, na Alemanha de Leste, quando o Muro de Berlim caiu, em 1989. De volta a casa, trabalhou para o presidente da câmara da sua cidade natal, Anatoly Sobchank, e quando este perdeu a reeleição mudou-se para Moscovo, acabando como assessor de Ieltsin. O presidente nomeou-o em 1998 como diretor do FSB, a agência de informação sucessora do KGB.

Ler mais

Mais Notícias