Exclusivo Trudeau. O líder sob escândalo que os canadianos não querem mudar

O primeiro-ministro vai ser ouvido na comissão das finanças da Câmara dos Comuns devido às relações que tem com a ong WE Charity.

Na quinta-feira Justin Trudeau vai responder aos deputados da comissão das finanças sobre o mais recente escândalo, mas apesar da sua história atribulada com a ética transparece na imprensa local uma inevitabilidade quanto à continuidade da relação de conveniência do primeiro-ministro com os canadianos.

Por exemplo, o editorial de domingo do National Post dá conta de um desencanto e de um pragmatismo em doses iguais. "O primeiro-ministro não acredita que as regras se lhe apliquem. O ministro das Finanças parece não se conseguir lembrar se as quebrou ou não. Mas ambos permanecerão no cargo. Afinal, estes são, como nos recordam constantemente, tempos sem precedentes."

Mais Notícias