Noite de pesadelo. Portugal perde todas as equipas na Liga Europa

Eram quatro equipas com hipóteses de chegar aos oitavos-de-final da Liga Europa, mas foram todas eliminadas. O Benfica empatou, mas FC Porto, Sporting e Sp. Braga perderam.

Terminou a participação das equipas portuguesas nas provas da UEFA de 2019-20. Benfica, FC Porto, Sporting e Sp. Braga caíram com estrondo nos 16-avos-de-final da Liga Europa e, num ápice, aquilo que era um recorde igualado de presenças nesta fase da prova esfumou-se.

Para encontrar uma época sem equipas portuguesas nos oitavos-de-final da Liga Europa é preciso recuar a 2016-17, quando o Sp. Braga foi eliminado na fase de grupos, da qual foi o único representante português, enquanto Benfica e FC Porto estavam nessa altura a lutar pelo apuramento nos oitavos da Liga dos Campeões.

A maior surpresa terá sido mesmo o Sporting, que tinha vencido em Alvalade por 3-1 e deslocava-se à Turquia com legítimas aspirações a conseguir o apuramento para os oitavos-de-final. Ainda mais quando, depois de o Basksehir ter chegado a uma vantagem de 2-0, Luciano Vietto marcou aos 68 minutos o golo que podia fazer toda a diferença. Só que não fez... O bósnio Visca empatou a eliminatória aos 90+2 minutos e no último minuto do prolongamento deu o apuramento aos turcos, que venceram o jogo por 4-1.

Amarga foi também a eliminação do Benfica, que apesar de tantos erros defensivos chegou a ter a eliminatória na mão no início da segunda parte quando Rafa Silva fez o 3-1. Só que o Shakhtar de Luís Castro aproveitou os brindes oferecidos pelos encarnados, chegou ao 3-3 e festejou o apuramento para os oitavos-de-final.

No Estádio do Dragão foi ainda pior, com o FC Porto a revelar-se impotente para segurar os alemães do Bayer Leverkusen. A desvantagem de 2-1 trazida da primeira mão abria boas perspetivas aos portistas, que viveram uma noite de pesadelo, pois aos 58 minutos perdiam por 3-0, cabendo a Marega o golo de honra no triste adeus da equipa de Sérgio Conceição à Europa do futebol.

Na quarta-feira já o Sp. Braga tinha sido afastado em casa pelos escoceses do Rangers, depois de na primeira mão terem perdido por 3-2, depois de terem estado em vantagem por 2-0. No segundo jogo, a equipa de Rúben Amorim bem tentou, mas acabou por perder por 1-0 e viu ainda Matheus defender um penálti.

Pedro Martins causa sensação em Londres

Nos restantes jogos dos 16-avos-de-final da Liga Europa, destaque para o Olympiacos, treinado por Pedro Martins, que foi a Londres eliminar o Arsenal com uma vitória por 2-1. Pape Cissé pôs os gregos em vantagem aos 53 minutos, levando o jogo para prolongamento, onde Aubameyang voltou a colocar os gunners em vantagem na eliminatória. Só que no último instante, El Arabi marcou o golo que ditou o apuramento do Olympiacos, que não contou com Rúben Semedo e teve José Sá na baliza e Bruno Gaspar como suplente utilizado.

Além de Pedro Martins e de Luís Castro, outros dois treinadores portugueses seguiram em frente na prova, com Nuno Espírito Santo a liderar o seu Wolverhampton na derrota em casa do Espanyol por 3-2, mas que não beliscou o apuramento com um conjunto de 6-3 nas duas mãos. Já a Roma de Paulo Fonseca arrancou um precioso empate 1-1 na Bélgica, diante do Gent, que garante à equipa italiana a presença no sorteio desta sexta-feira às 12.00 na cidade suíça de Nyon.

Uma referência ainda para Bruno Fernandes, que marcou, de penálti, o primeiro golo da goleada do Manchester United, por 5-0, em Old Trafford, diante do Club Brugge.

Resultados da 2.ª mão dos 16-avos-de-final:

Sp. Braga-Rangers, 0-1 (2-4)
Gent-AS Roma, 1-1 (1-2)
Malmö-Wolfsburgo, 0-3 (1-5)
LASKLinz-AZ Alkmaar, 2-0 (3-1)
Basileia-APOEL Nicósia, 1-0 (4-0)
FC Porto-Bayer Leverkusen, 1-3 (2-5)
Basaksehir-Sporting, 4-1 ap (5-4)
Espanyol-Wolverhampton, 3-2 (3-6)
Benfica-Shakhtar Donetsk, 3-3 (4-5)
Inter Milão-Ludogorets, 2-1 (4-1)
Manchester United-Clube Brugge, 5-0 (6-1)
Arsenal-Olympiacos, 1-2 ap (2-2)
Sevilha-Cluj, 0-0 (1-1)
Celtic-FC Copenhaga, 1-3 (2-4)
Ajax-Getafe, 2-1 (2-3)

Nesta sexta-feira, RB Salzburgo-Eintracht Frankfurt (1-4 na primeira mão)

Mais Notícias

Outras Notícias GMG