Exclusivo Custaram milhões, mas quase não jogam. As contratações falhadas dos três grandes

O Benfica e o FC Porto falharam rotundamente nas aquisições para a época em curso, ao contrário do Sporting, que apesar de alguns casos revela uma boa taxa de aproveitamento das contratações. Alguns reforços devem mesmo deixar os respetivos clubes em janeiro.

Os três grandes (FC Porto, benfica e Sporting) contrataram 25 jogadores para a nova época, dos quais 17 raramente têm sido titulares, não fazendo jus ao estatuto de reforços. Apenas oito futebolistas têm habitualmente feito parte das equipas titulares e grande parte dos casos de sucesso verificam-se no Sporting, com seis escolhas que se têm revelado acertadas - Renan, Bruno Gaspar, Gudelj, Nani, Raphinha e Diaby. Já no FC Porto, apenas Éder Militão é escolha habitual no onze de Sérgio Conceição, enquanto o Benfica tem no guarda-redes Vlachodimos o único reforço com presença assídua no onze. O maior investimento foi feito pela SAD do Benfica, que gastou cerca de 30 milhões de euros em contratações com pouco retorno.

Infografia DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG