Exclusivo A cantora descendente de sefarditas que quer ser portuguesa por causa do Brexit

Ana Silvera, cantora londrina, de 38 anos, é descendente de judeus que foram expulsos de Espanha e de Portugal nos séculos XV e XVI. Com a confusão do Brexit decidiu, à luz da lei portuguesa, pedir a nacionalidade. "É um país que não acusa uma deriva para a direita, no sentido da extrema-direita, como acontece noutros países da Europa. Isso faz que sinta ainda mais orgulho em ter a nacionalidade portuguesa", diz, em entrevista ao DN

Natural de Londres, a cantora e compositora Ana Silvera, de 38 anos, é descendente de sefarditas, judeus expulsos de Portugal e de Espanha pela Inquisição nos séculos XV e XVI.

Quinhentos anos depois, a britânica, que atualmente vive entre o Reino Unido e a Dinamarca, depois de já ter passado pelos EUA, vai ter nacionalidade portuguesa ao abrigo do Decreto-Lei n.º 30-A/2015, de 27 de fevereiro (sobre a concessão da nacionalidade portuguesa, por naturalização, a descendentes de judeus sefarditas).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG