Exclusivo Rio. O desafio de manter o PSD na crista da oposição

O PSD como maior partido da oposição tem pela frente um ano complexo, com duas eleições e muita crise económica e social. Que desafios tem Rui Rio pela frente?

O líder do PSD acredita que 2021 tem potencial para que se desencadeie uma crise política. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República e recandidato a Belém, diz que essa hipótese nem lhe passa pela cabeça. Mas se Rui Rio acredita mesmo que pode acontecer, então que desafios enfrenta no próximo ano? "Autárquicas, autárquicas, autárquicas", como diz Pedro Marques Lopes, mas há mais para que o partido se mantenha na crista da onda da oposição.

As eleições presidenciais e as dinâmicas que se gerarem em torno dos candidatos, nomeadamente o que vier a acontecer a André Ventura, mas também a evolução da pandemia e do orçamento de Estado para 2022 vão condicionar muito mais um ano de mandato de Rui Rio. Que se confronta sempre com a sombra de críticos que vão surgindo, aqui e ali, a sugerir alternativas à sua liderança. O nome de Passos Coelho é um dos que voltou a ser desejado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG