Lech Walesa junto a uma foto dos dias de greve no estaleiro de Gdansk, há 40 anos, usando a sua camisola
Premium

Lech Walesa

Lech Walesa: "Os populistas, demagogos e mentirosos sabem falar sobre as preocupações das pessoas"

Aos 76 anos, Lech Wałęsa garante que continua a ser um "revolucionário". Critica a falta de mudanças. Quarenta anos depois de ter criado o Solidariedade, que teve um papel determinante na queda do Muro de Berlim, avalia: "Não gosto do que vejo."

Passamos pela estreita porta do lado direito, mesmo ao lado do portão de ferro que está na memória de muitos (mesmo daqueles que nasceram há menos de 40 anos). Lá estão as faixas do Solidariedade, o sindicato, os retratos de João Paulo II, o Papa polaco, seis vasos de flores fixos nas grades. Chamava-se, em 1980, Estaleiro Lenine. Hoje chama-se Estaleiro de Gdánsk (Stocznia Gdanska). Entramos numa alameda que já não lembra o gigante fabril de outrora. O edifício moderno, que evoca um grande navio, tem um cartaz à porta: "A Europa começa aqui."

Ler mais

Mais Notícias