"Sou uma pessoa de ação e gosto de ver as coisas acontecer. Pode ser contraproducente"

O empresário Mário Ferreira responde ao famoso Questionário de Proust.

A sua virtude preferida?

Pontualidade.

A qualidade que mais aprecia num homem?

Honestidade, é essencial em qualquer ser humano.

A qualidade que mais aprecia numa mulher?

Honestidade. Não há distinções em termos de homens e mulheres naquilo que é uma questão de caráter.

O que aprecia mais nos seus amigos?

Lealdade, nos bons e nos maus momentos serem sempre leais e transparentes, sobretudo quando isso significa terem de me dizer que provavelmente estou errado sobre um determinado tema.

O seu principal defeito?

Impaciência. Sou uma pessoa de ação e gosto de ver as coisas acontecer. Por vezes, isso pode ser contraproducente.

A sua ocupação preferida?

Ocupação em termos de hobby é a fotografia.

Qual é a sua ideia de "felicidade perfeita"?

Um dia bem passado em família.

Um desgosto?

Ainda não ter ido ao espaço.

O que é que gostaria de ser?

Engenheiro. Desde tenra idade que sempre gostei de construir e melhorar coisas.

Em que país gostaria de viver?

Portugal é o meu país e onde me sinto bem.

A cor preferida?

Azul.

A flor de que gosta?

Girassol, gosto que seja uma flor que todos os dias sabe qual é o seu objetivo e se alinha para o alcançar.

O pássaro que prefere?

Falcão.

O autor preferido em prosa?

Saramago, em português. Também gosto de Jules Verne e de como imaginou muito do que seria o nosso futuro em termos de ciência e exploração.

Poetas preferidos?

Fernando Pessoa, tanto o ortónimo como os heterónimos.

O seu herói da ficção?

James Bond.

Heroínas favoritas na ficção?

Ellen Ripley da saga Aliens e a princesa Leia de Star Wars. Duas mulheres que triunfaram em mundos de homens.

Os heróis da vida real?

Há pessoas que admiro pelo que conseguiram, mas heróis é algo acima do que é um ser humano, e aí só os meus pais.

As heroínas históricas?

Dona Antónia Ferreira, a Ferreirinha, por tudo o que representa para a história do Douro e do vinho do Porto.

Os pintores preferidos?

Da Vinci e Van Gogh.

Compositores preferidos?

Beethoven, Bach e Mozart.

Os seus nomes preferidos?

Íris, Mário, Carlota e Catarina, por serem os nomes dos meus filhos, e Paula, por ser o nome da minha querida mulher.

O que detesta acima de tudo?

Falsidade. Tinha de ser o oposto do que mais aprecio nas pessoas.

A personagem histórica que mais despreza?

Todos os ditadores que assassinaram inocentes com base em ideologias políticas ou religiosas.

O feito militar que mais admira?

Batalha de Aljubarrota, um exemplo de coragem, mas também de astúcia estratégica.

O dom da natureza que gostaria de ter?

Voar.

Como gostaria de morrer?

Não gostaria. Mas tendo de ser, que seja com a consciência de que deixei um mundo melhor para os meus filhos.

Estado de espírito atual?

Entusiasmado.

Os erros que lhe inspiram maior indulgência?

Os que são feitos sem maldade.

A sua divisa?

Em todos os desafios, há uma oportunidade.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG