Exclusivo Jack Dorsey. Quem é o homem que tirou o pio a Trump?

Apesar de todos os canais de comunicação à disposição do presidente cessante dos Estados Unidos, a sua expulsão do Twitter retirou-lhe o principal megafone de comunicação com os apoiantes.

Com uma barba comprida de velho sábio e uma argola no nariz, Jack Dorsey apareceu nos ecrãs do Senado norte-americano como se fosse o hippie das grandes tecnológicas. O aspeto do cofundador e CEO do Twitter contrastou com as imagens bem polidas de Mark Zuckerberg (Facebook) e Sunday Pichai (Google), embora todos tenham defendido o mesmo: que as redes sociais devem poder moderar os conteúdos nas suas plataformas e não devem ser responsabilizadas por eles.

Esta é a polémica em torno da Secção 230 da legislação que regula a decência nas comunicações. Durante a audiência, em outubro de 2020, Jack Dorsey foi o vilão preferencial nos ataques dos senadores republicanos. A acrimónia deveu-se à crença de que Dorsey, do alto da sua bolha tecnológica que rebola nas montanhas de Silicon Valley, decidiu censurar injustamente o discurso conservador e o presidente Donald Trump.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG