Exclusivo "PP não hesitaria em coligar-se com o Vox para chegar ao governo" 

Em A Tempestade Perfeita, a correspondente da RTP em Espanha explica as causas da ascensão da extrema-direita no país vizinho e compara a formação de Santiago Abascal com a de André Ventura. E lá como cá, diz, o líder do maior partido da oposição é tentado a cruzar a linha da democracia.

Chegada a Madrid em 2015 com 18 anos de experiência na estação pública, Daniela Santiago (1974) assistiu de perto ao desenrolar de acontecimentos inéditos na democracia espanhola, entre os quais o crescimento da extrema-direita espanhola. Em A Tempestade Perfeita (ed. Oficina do Livro), a jornalista ouviu familiares de vítimas do franquismo e apoiantes do ditador, cientistas políticos e dirigentes partidários para explicar as causas da "erva daninha que mina a democracia" e comparar o Vox com a derivação portuguesa. Sem hesitar em dar a sua opinião nas páginas do livro, conclui que "estes movimentos reaparecem não por mérito próprio, mas por demérito dos que estiveram no poder durante tantos anos".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG