Exclusivo Benfica obrigado a aplicar-se na Grécia para encaixar 43 milhões de euros

Os encarnados perderam muitas oportunidades para vencer o PAOK. Acabou por marcar de penálti por Pizzi e concedeu o 1-1 no único remate dos gregos à baliza. O apuramento para a Champions está muito difícil...

O Benfica não conseguiu melhor que o empate 1-1 com o PAOK Salónica, no Estádio da Luz, na primeira mão do play-off da Liga dos Campeões. Um resultado que acaba por penalizar a equipa de Rui Vitória, pelas muitas oportunidades desperdiçadas, tendo os gregos acabado por marcar o golo do empate aos 76 minutos naquele que foi o único remate enquadrado com a baliza de Vlachodimos.

O empate a uma bola deixa o PAOK em vantagem na eliminatória, que será decidida na próxima quarta-feira em Salonica, onde o Benfica terá de repetir aquilo que fez nas últimas três vezes foi para a segunda mão, fora de casa, com 1-1. Em 1991 venceu em casa do Arsenal por 3-1, em 1994 foi a Leverkusen empatar 4-4 e em 2010 foi a Marselha ganhar por 2-1, conseguindo assim o apuramento nessas eliminatórias. As únicas eliminações foram com o Ujpest em 1973 e com o Bordéus em 1986.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG