Aconteceu em 1941 - O homem que viu chorar o infante D. Henrique

No 526.º aniversário da conquista de Ceuta, a edição de 21 de agosto de 1941 presta homenagem ao escritor francês Antoine de la Salle, testemunha ocular da coragem do infante "sob os golpes dos infiéis".

Num momento em que "até tem-se carregado bastante a nota dos pretensos defeitos [do infante D. Henrique], talvez para contrabalançar a imagem de perfeição cavalheiresca que a historiografia romântica nos legara", a 21 de agosto de 1941, o DN recorda "o homem que viu chorar o infante D. Henrique".

Num artigo de primeira página a marcar o 526.º aniversário da conquista de Ceuta, o DN lembra haver "testemunhas de que o infante não foi bem aquela criatura inumana, seca e dura que tantos imaginam". Um dos "aventureiros que vieram alistar-se nas hostes portuguesas que ocuparam Ceuta foi o escritor francês Antoine de la Salle".

E citando a obra de La Salle Du R éconfort de Madame Du Fresne, o DN lembra como o infante D. Henrique "em Ceuta tombara gloriosamente sob os golpes dos infiéis para salvar a vida de seu amo". E acrescenta: "Como o autor foi testemunha presencial do acontecimento esse capítulo da obra de Antoine de la Salle tem para nós especial valor."

Foi um exército de perto de 20 mil cavaleiros e soldados sob as ordens do rei D. João I que a 21 de agosto de 1415 conquistou a cidade de Ceuta aos mouros. Na expedição seguiam alguns dos mais distintos nobres da época - além do infante D. Henrique, o herdeiro do trono D. Duarte, D. Pedro, duque de Coimbra, ou o condestável Nuno Álvares Pereira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG